terça-feira, 11 de abril de 2017

Me chamaram para trabalhar, e agora?

linkedin logo
Obrigado, empresa multinacional capitalista malvadona que me ajudou a conseguir um emprego
Estava eu feliz e contente seguindo a minha rotina de estudos quando recebo uma mensagem pelo Linkedin de uma empresa na minha cidade, situada em uma área nobre, dizendo que eu tinha os requisitos para um determinado cargo e perguntando se eu estava interessado em participar do processo seletivo. Ressalto que eu não estava procurando emprego nenhum, apenas frilas. Mas nunca cheguei a entrar em contato com essa empresa e nem mesmo sabia da existência dessa vaga.

Eu já tinha ouvido falar dessa empresa, me parecia uma boa empresa, e devido a natureza do convite (um cargo com uma rotina bem diferente do que eu vinha trabalhando nos últimos anos + a localização da empresa), resolvi aceitar participar do processo. O que eu perderia além de um pouco de tempo?

Pois bem, fui na tal empresa. Ficava em uma casa pequena e bonitinha de frente à avenida da praia. O processo foi um dos melhores, senão o melhor do qual eu já participei: uma prova (prova mesmo!) no papel, discursiva, dentro de uma sala com ar-condicionado, ao mesmo tempo que o meu concorrente (achei isso meio tosco, mas dane-se, cada um que cuide dos seus próprios nervos). Depois, um bate-papo rápido de uns 10 minutos no máximo, onde falaram mais da própria empresa do que eu falei de mim. Não fizeram nenhuma pergunta idiota do tipo "Qual o seu maior defeito?" Ou "Por que devemos te contratar?".

Isso foi numa sexta-feira. Na segunda-feira seguinte (AKA ontem), me ligaram perguntando o que eu tinha achado do processo seletivo deles (What?!? Nunca me perguntaram isso!) e se eu estava interessado em fazer um frila presencial para eles a título de teste, para ver se eu vou me adaptar ao trabalho. Mesmo se eu não for efetivado, serei pago pelo frila (pelo menos foi o que eles disseram né...). Achei uma ideia excelente, tanto para eles, que vão me testar, quando para mim, que vou ver se gosto de trabalhar com eles sem precisar assinar a carteira antes. O teste começa amanhã e vai até a sexta-feira que vem.

Tudo muito bom, tudo muito bem, o que me incomoda é que sei que essa empresa NÃO vai me dar um bom salário que me permitirá, no futuro, alugar ou comprar um imóvel ou fazer viagens internacionais, duas coisas que eu almejo muito (principalmente me mudar).

Isso tudo aí eu espero conquistar passando em um concurso público da área jurídica. O meu tempo para estudar vai diminuir, mas tá foda viver de dinheiro que meus pais me dão pra me ajudar e de dinheiro acumulado na poupança. O dinheiro é contado para o mês, não posso mais ir ao cinema (coisa que adoro), nem sair final de semana com os amigos, nem comprar os meus quadrinhos (to lendo muito scan, coisa que não gosto muito).

Enfim, não se pode ter tudo, não é mesmo? Provavelmente vou ter que sair da academia para poder ter mais tempo para estudar após o trabalho. Uma pena também sair da academia, vou engordar tudo de novo.

Mas é como diz aquele (novo) ditado: No pain, no gain.

Vamos ver que bicho dá.

24 comentários:

  1. Leia o "manual do concurseiro", do A. Meirelles. É um pdf escrito em eras priscas, mas ainda aplicável. Você precisa aprender a conciliar trabalho, academia e estudos, é difícil, mas não impossível. Vou dar duas dicas:
    1- aprenda a estudar no FDS (quem não faz isso já joga fora 28,5% dos dias disponíveis de estudo).
    2- desenvolva técnicas de estudo em períodos curtos de tempo (no ônibus, almoço, etc.) - recomendo a resolução de questões no qconcursos.

    boa sorte,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Milan. Obrigado pela dica, não conhecia esse livro. Vou ver se tem no Le Livros.
      Já sou assinante do Qconcursos. Ultimamente só não vinha estudando aos domingos, mas isso vai ter que mudar.

      Abraço

      Excluir
    2. domingo é bom para dar um estudo mais light, algo mais lúdico, tipo assistir uma palestra interessante ou ler um livro de Constitucional ou Penal.

      quanto a recomendação sobre o "manual" do Alexandre Meirelles, não é livro nao (mas ele escreveu um livro, nunca li) e sim um relato que ele escreveu em 2006 num forum de concursos
      joguei na net e achei esse link para ele http://mentoriaconcursos.com.br/files/article/file/4/Manual%20do%20concurseiro%20-%209%C2%AA%20edi%C3%A7%C3%A3o%20-%20Alexandre%20Meirelles.pdf

      Excluir
    3. Obrigado! Vou lê-lo assim que eu puder!

      Excluir
  2. "Não fizeram nenhuma pergunta idiota".
    Ao menos é uma empresa inteligente. Já vi relatos de cada babaquice nessas dinâmicas de grupo. Não sei se algumas empresas por aí querem gente esperta e com força de trabalho ou babacas que entram em joguinhos debiloides.
    Se for trabalhar mesmo, tente manter uma jornada de tempo parcial. Assim não sacrificará tanto tempo que seria dedicado aos estudos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Neófito! Pois é, é incompreensível!
      Jornada parcial seria o ideal, mas não creio que será possível no meu caso. Vamos ver.

      Abraço!

      Excluir
  3. Tomara que de certo a vaga...

    Estudar tanto assim é para poucos, eu não tenho saco rsrs..

    Abraços e boa sorte!

    ResponderExcluir
  4. Meu caro, estou na situacao profissional q vc almeja e diria o seguinte.
    Pense bem a respeito desse emprego... Vc tera sua grana propria, mas mesmo no curto prazo vera q merece mais e isso pode mais atrapalhar q ajudar.
    Um emprego que lhe remunera aoenas para sua "sobrevivencia" nao sera sustentavel por muito tempo. Sequer pode ajudar vc nas viagens para provas e cursinhos.
    Se for um trabalho de 6h pode ser legal. 8h ja complica.
    Abraco e sucesso.
    Continue nos estudos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só complementando: nesse trabalho, se pegar, tente "subir". Se for pra ganhar 1k hj e 8k amanha na mesma empresa, por exemplo,.
      Tomara q se dê bem.
      Abraco

      Excluir
    2. Concordo Mineiro, mas to precisando da grana. Se o único frila meu acabar, já era! Vou tentar economizar ao máximo e ir levando até onde da. Hoje foi o primeiro dia, não to com pique pra estudar agora à noite, andei pra cacete atrás de self-service hoje, depois corri na chuva. To morto. Só consegui resolver 10 questões pelo celular de Lei 8.112/90. Bem longe das três horas e meia em média que eu vinha fazendo.

      Excluir
  5. Eu iria, algum emprego é melhor do que nenhum.
    Quanto mais difícil for para você estudar mais fácil será passar no concurso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zona de conforto meu caro, o seu rendimento se ficar só por conta de estudo e academia e infinitamente menor do que se estiver trabalhando em algo que não queira ou não goste.
      Caso comece a trabalhar e estudar nos horários de folga e fds vai render muito mais, pois vai ser batalhado.
      Maioria dos meus amigos que passaram em bons concursos sempre trabalhou e estudou.

      Excluir
    2. Lawyer, TORÇO MUITO para que você esteja coberto de razão!

      Excluir
    3. Confirmo o que o Lawyer disse. Odeio meu curso integral de Engenharia, é igual ou pior que um emprego quanto ao tempo e energia gastos, e sem receber nada, além de não dar futuro. Meu último concurso foi técnico-administrativo do IFPI em 2016, ralei pra kcete só em 3 meses pra estudar isso e ainda não pegar DP na universidade. Tempo muito escasso, mas o rendimento era absurdo. Faltaram 2 questões pra passar em 1º, acertaria fácil 4, mas não terminei a prova a tempo (esqueci de treinar tempo de resolução). Foi só um vacilo, mas sair da zona de conforto (Matrix) faz milagres.

      Excluir
  6. Cai matando! É bom que agrega no seu currículo a exp.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Faz o teste e depois vé no que dá!!! Depois conte pra gente como foi !! Rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou contar sim! Hoje foi o primeiro dia, vou esperar mais uns dias antes de relatar.

      Excluir
  8. Olá, Nerd!

    Cara, eu estou com o Lawyer: "algum emprego é melhor do que nenhum." Tem gente que concilia faculdade com trabalho, você pode conciliar o trabalho com os estudos para concurso. Você teria um salário e adquiriria experiência.

    Boa sorte :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... não sou o primeiro a fazer isso, não é mesmo? Só que eu já sentia dificuldade de passar só estudando, agora então... mas a luta é dura e não pode parar!

      Excluir
  9. Boa sorte Micro.

    Desejo todo sucesso nesta empreitada.

    Abraçao

    ResponderExcluir
  10. MIN,

    LinkedIn é sensacional. Tive uma experiência com essa ferramenta que mudou minha vida, da uma lida no meu blog que detalho la.

    Abracos,

    Um investidor brasileiro na Arabia,

    http://brasileironaarabia.blogspot.com

    ResponderExcluir